Flordelis deve ser interrogada nesta sexta sobre a morte do marido, o Pastor Anderson

Carolina Heringer
·1 minuto de leitura

A deputada federal Flordelis dos Santos de Souza deve ser interrogada nesta sexta-feira, no fórum de Niterói, em processo no qual é acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo de Souza. Os interrogatórios dos réus estão previstos para começar às 9h. Flordelis chegou ao fórum poucos minutos antes do horário marcado, acompanhada de seu advogado Anderson Rollemberg.

Segundo informações de advogados que atuam no processo, a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3a Vara Criminal de Niterói, deve seguir a ordem apresentada na denúncia do Ministério Público estadual para ouvir os 11 acusados no processo. Flordelis é a primeira na lista da peça apresentada pelo MP à Justiça. No entanto, a magistrada ainda não decidiu a ordem os interrogatórios.

Não há estimativa de quantos réus serão ouvidos, mas a previsão é de que os interrogatórios não sejam finalizados nesta sexta-feira. A magistrada já marcou audiência para continuação dos depoimentos no dia 22 de janeiro, após o recesso do Judiciário.

A audiência desta sexta-feira é a quinta do processo. Nas sessões anteriores, foram ouvidas testemunhas de acusação e de defesa. Além de Flordelis, são réus no processo sete filhos da parlamentar e uma neta, além de um policial militar e sua esposa.

— Cabe a eles o direito constitucional de ficar em silêncio. Vamos aguardar o trâmite da audiência para saber se eles falarão ou ficarão em silêncio - afirmou o advogado Ângelo Máximo, assistente de acusação que representa a família do pastor Anderson.