Flu abre o placar, sofre empate, mas segura Fla e se garante na final

Alexandre Araújo
1 / 13

Corinthians x Fluminense: prováveis times, desfalques, onde ver e palpites

Equipes se enfrentam neste domingo, às 16h, na Arena Corinthians, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro


O Fluminense está na final da Taça Rio! Com a vantagem do empate por ter tido a melhor campanha na fase de grupos, o time tricolor abriu o placar, sofreu um gol no fim, mas segurou o ímpeto rubro-negro e garantiu a vaga na decisão. Gum, ainda no primeiro tempo, balançou a rede para a equipe de Abel Braga, enquanto Everton Ribeiro, perto do fim do duelo, deixou tudo igual: 1 a 1.

Agora, o time das Laranjeiras vai encarar o Botafogo - que venceu o Vasco na outra semifinal - no domingo, no Maracanã, em jogo que, mais que o título, vale a vantagem para a semifinal do Campeonato Carioca.

PASSADO
Como esperado, neste primeiro encontro entre Dourado e a torcida do Flu, outrora do mesmo lado, não foi nada amistoso e pôde-se ouvir de tudo vindo da arquibancada. Pelo lado rubro-negro, houve resposta.

TRUNCADO
Com o gramado castigado pela chuva (e jogo no dia anterior), o primeiro tempo foi equilibrado, mas, praticamente, entre as intermediárias. Chances claras, uma para cada lado: Dourado parou em grande defesa de Júlio César e Ayrton Lucas quase contou com o desvio da zaga, mas a bola foi para fora.

GOL E HOMENAGEM
Nos acréscimos, após cobrança de escanteio, Gum, de cabeça, abriu o placar e homenageou Noah, filho que está por vir.

O QUE É ISSO?
O panorama não mudou muito no segundo tempo. Até piorou. Em certo momento, o jogo virou um “pega pra capar”, com chegadas mais fortes e nenhum futebol arte.

MUDANÇA
A entrada de Vinícius Jr. na vaga de Renê – Everton Ribeiro foi para a lateral –, no intervalo, fez com que o lado esquerdo do Flamengo ficasse mais perigoso, mas logo o Fluminense conseguiu e neutralizar o adversário.

QUASE
O Fla quase empatou com Jonas, de cabeça, em lance que Júlio César salvou. Já o Flu, poderia ter ampliado, mas Gilberto, depois de contra-ataque, mandou para longe.

ANULOU
Gum chegou a marcar novamente, mas a arbitragem assinalou posição irregular do zagueiro.

INCENDIOU
Quase no fim, Everton Ribeiro aproveitou rebote e marcou um bonito gol, incendiando time e torcida. Depois disso, o Flamengo foi para o tudo ou nada, mas o Flu segurou o adversário e saiu com a vaga.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 FLAMENGO


Data-Hora: 22/03/2018 - às 20h (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Junior (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Público/renda: 16.923 pagantes / R$ 548.310,00
Cartões amarelos: Pedro e Júlio César (FLU); Éverton Ribeiro, Jonas e Réver (FLA)
Cartões vermelhos: -
Gols: Gum (46'/1ºT - 1x0) e Everton (40'/2ºT - 1x1)

FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Jádson, Richard (Douglas, 27'/2ºT), Ayrton Lucas e Sornoza; Marcos Júnior (Pablo Dyego, 12'/2ºT) e Pedro (Marlon, 39'/2ºT). Técnico: Abel Braga.

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Vinicius Júnior, intervalo); Jonas, Diego e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro (Cuéllar, 22'/2ºT), Everton e Henrique Dourado (Felipe Vizeu, 32'/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani.