Fluminense bate o América-MG e segue brigando por vaga na Libertadores

·2 min de leitura

O Fluminense segue firme na luta por uma vaga na Libertadores de 2022. Neste domingo, o tricolor superou a derrota para o Juventude na última rodada e com grande apoio dos mais de 13 mil presentes no Maracanã, fez 2 a 0 sobre o América-MG, um dos rivais diretos na tabela.

Luiz Henrique abriu o placar e Fred completou, em gols que tiveram protagonismo do VAR e do árbitro Héber Roberto Lopes. Com o triunfo, o Fluminense pulou para a sétima colocação, a quatro pontos do Bragantino, primeira equipe no G6. Abriu três pontos de distância para os mineiros, agora em 10º. Na próxima rodada, o Flu tem outro confronto direto, contra o Internacional, oitavo e a um ponto de distância.

A escalada na tabela é de suma importância para o tricolor. Com o rival Flamengo já garantido matematicamente no G6 e o Palmeiras perto de selar essa garantia, é alta a possibilidade de que se abra mais uma vaga na Libertadores até o fim do campeonato, já que um dos dois será campeão do torneio no próximo sábado, garantindo a vaga via Conmebol. O mesmo pode acontecer caso o Atlético Mineiro, líder da competição, fique com o título da Copa do Brasil, abrindo uma nova vaga via Brasileirão.

Num primeiro tempo muito estudado, o Fluminense teve mais a bola e tentou tomar a iniciativa. Mas o América marcava bem, e as primeiras oportunidades só começaram a aparecer na reta final, com Yago e Fred, de cabeça.

O primeiro gol saiu em lance milimétrico. Em cobrança de falta levantada na área, a defesa mineira tentou uma linha de impedimento, mas o pé de um dos marcadores deu condição para três jogadores do tricolor, incluindo David Braz, que iniciou jogada finalizada nos pés de Luiz Henrique. O atacante chegou a titubear antes de celebrar, observando a arbitragem. O assistente não levantou a bandeira durante a jogada, mas a marcação só foi confirmada pelo VAR.

Na segunda etapa, o América tentou sair mais para o jogo, mas teve pouco arsenal para criar no campo de ataque. O Fluminense diminuiu o ritmo na frente, mas fazia jogo seguro, em grande exibição do volante André.

Fred fechou o placar já na reta final, em lance polêmico. Arias caiu após jogada em velocidade com o zagueiro Eduardo Bauermann. Héber viu contato suficiente e marcou pênalti, decisão mantida após contato com o VAR. Sem problemas para o camisa 9 marcar seu 196º gol pelo clube e fazer a festa tricolor no Rio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos