Fluminense cresce em clássicos e fecha temporada com recorde de aproveitamento; veja números

·3 min de leitura

A vitória do Fluminense por 3 a 1 sobre o Flamengo indica mais do que uma freguesia recente sobre o rival rubro-negro. Mas também a crescente tricolor em clássicos e como, antes coadjuvante, agora se posta como candidato a vitória na maioria deles. Essa virada de chave começa desde que o presidente Mário Bittencourt assumiu o comando do clube, em 10 de junho de 2019, fazendo o aproveitamento subir para 47%. Confira os números:

Flamengo: 12 jogos, 5 vitórias, 2 empates e 6 derrotas (47%)Vasco: 6 jogos, 2 vitórias, 3 empates, 1 derrota (50%)Botafogo: 6 jogos, 4 vitórias, 2 empates (77,78%)

Contando apenas 2021, o tricolor fechou o ano com melhor o aproveitamento em clássicos desde 1950 — 74,1%. São seis vitórias, dois empates e uma derrota somando jogos contra Flamengo, Vasco e Botafogo. Naquela época, a vitória valia dois pontos e, portanto, o aproveitamento seria de 81,3% — ou 79,2% nos critérios atuais.

Nas últimas temporadas os melhores números foram 2012 (61,5%), 2020 (54,2%), 2014 e 2015 (44,44% cada), 2018 (36,1%), 2017 (35,4%), 2016 (26,7%), 2019 (25,6%) e, por fim, 2013 (9,1%).

Em um recorte levando em conta apenas as partidas contra o Flamengo, o Fluminense conseguiu pela primeira vez superar o rival em quatro jogos oficiais num ano. Antes, o Tricolor já havia vencido o adversário quatro vezes em um ano em três oportunidades (1938, 1946 e, a última vez, em 1971), mas ao menos uma dessas partidas tinha sido amistosa.

Virada de chave

Para ter ideia da crescente do Fluminense desde a última década, o Fluminense terminou o ano sem vencer um clássico sequer em 2011: (cinco empates e cinco derrotas nos 10 jogos contra Botafogo, Flamengo e Vasco). Tal façanha não acontecia desde 1921.

E o pior, se repetiu em 2013 com desempenho ainda pior: três e oito derrotas em 11 clássicos. O último ano com desvantagem em clássicos foi em 2016, com duas vitórias, dois empates, seis derrotas e um diferencial: o Vasco, que estava na Série B e derrotou o Fluminense no único duelo do ano.

Em 2014, foram 9 clássicos, com 3 vitórias, 3 empates e 3 derrotas – desvantagem contra o Botafogo (que seria rebaixado) e o Vasco (que estava na Série B), e vantagem apenas contra o Flamengo.

Confira os resultados:

Flamengo:

20/10/2019 - Flamengo 2 x 0 Fluminense - Brasileiro 2019

29/01/2020 - Fluminense 1 x 0 Flamengo - Carioca 2020

12/02/2020 - Flamengo 3 x 2 Fluminense - Carioca 2020

08/07/2020 - Fluminense 1 x 1 Flamengo - Carioca 2020

12//07/2020 - Flamengo 2 x 1 Fluminense - Carioca 2020

15/07/2020 - Flamengo 1 x 0 Fluminense - Carioca 2020

09/09/2020 - Flamengo 2 x 1 Fluminense - Brasileiro 2020

06/01/2021 - Fluminense 2 x 1 Flamengo - Brasileiro 2020

14/03/2021 - Fluminense 1 x 0 Flamengo - Caropca 2021

15/05/2021 - Fluminense 1 x 1 Flamengo - Carioca 2021

22/05/2021 - Flamengo 3 x 1 Fluminense - Carioca 2021

04/07/2021 - Fluminense 1 x 0 Flamengo - Brasileiro 2021

23/10/2021 - Fluminense 3 x 1 Flamengo - Brasileiro 2021

Vasco:

20/07/2019 - Vasco 2 x 1 Fluminense - Brasileiro 2019

02/11/2019 - Fluminense 0 x 0 Vasco - Brasileiro 2019

15/03/2020 - Fluminense 2 x 0 Vasco - Carioca 2020

29/08/2020 - Fluminense 2 x 1 Vasco - Brasileiro 2020

13/12/2020 - Fluminense 1 x 1 Vasco - Brasileiro 2020

30/03/2021 - Fluminense 1 x 1 Vasco - Carioca 2021

Botafogo:

06/10/2019 - Fluminense 1 x 0 Botafogo - Brasileiro 2019

09/02/2020 - Fluminense 3 x 0 Botafogo - Carioca 2020

05/07/2020 - Fluminense 0 x 0 Botafogo - Carioca 2020

04/10/2020 - Fluminense 1 x 1 Botafogo - Brasileiro 2020

24/01/2021 - Fluminense 2 x 0 Botafogo - Brasileiro 2020

17/04/2021 - Fluminense 1 x 0 Botafogo - Carioca 2021

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos