Fluminense encerra temporada com melhor aproveitamento em clássicos desde 2012

Thiago Mendes
·2 minuto de leitura
Foto: Lucas Merçon/Fluminense/Divulgação

Ao superar o Botafogo no domingo, em São Januário, o Fluminense não somente se solidificou na briga por uma vaga na próxima Libertadores como ratificou sua força entre os rivais. Com 54,2%, o time encerra a temporada com o melhor aproveitamento em clássicos desde 2012, quando sagrou-se tetracampeão brasileiro e terminou com 61,5% em confrontos locais. A última vez em que o Fluminense havia conseguido vencer os três rivais no mesmo ano fora em 2015.

Os números são amplamente superiores em relação aos anos anteriores — 25,6% em 2019, 36,1% em 2018, 35,4% em 2017 e 26,7% em 2016. Em 2014 e 2015, desempenho idêntico de 44,4%. O pior foi em 2013, quando o time teve apenas 9,1%.

Se levados em conta apenas os números do Campeonato Brasileiro, o desempenho é ainda melhor. São 61% de aproveitamento diante dos rivais, com três vitórias, dois empates e somente uma derrota. Neste recorte, é o melhor aproveitamento em clássicos também desde 2012, quando o Fluminense conquistou 72% dos pontos disputados contra os outros três grandes do Rio, superando os 58% de 2014, 50% de 2015 e 2016, 27% de 2017 e 2019, 22% de 2018 e 5% de 2013.

Na temporada que iniciou em 2020 e atravessou 2021, o Fluminense enfrentou Vasco, Flamengo ou Botafogo em 16 oportunidades, com sete vitórias, cinco empates e quatro derrotas — sendo que em um dos empates o time conquistou o título da Taça Rio, na decisão por pênaltis, contra o Flamengo. Diante de Vasco e Botafogo, o Tricolor encerra a temporada invicto, com cinco vitórias, quatro empates e nenhuma derrota — incluindo amistosos.

O desempenho diante dos três rivais contribui para a boa campanha tricolor neste Brasileiro. Com 50 pontos, o time está no sétimo lugar, a um ponto do G-6 e a quatro do G-4. O Fluminense segue sua saga por uma vaga na Libertadores no próximo domingo, quando enfrenta o Goiás, às 20h30, no Estádio Nilton Santos.

Para a partida, o técnico Marcão ganhará reforços importantes. Fred e Caio Paulista, após cumprirem suspensão, estarão à disposição, assim como o meia Michel Araújo, poupado contra o Botafogo por conta de dores na coxa. Por outro lado, o Fluminense não contará com Yago, que recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico.