Fluminense estende paralisação de atividades no clube até 15 de junho

Fluminense treina esta tarde no CT Carlos Castilho

O Fluminense estendeu a paralisação das atividades do clube até o próximo dia 15, no mínimo. Em nota divulgada, nesta terça-feira, o Tricolor afirmou que "só voltará quando houver segurança para todos os funcionários e jogadores". Até lá, os treinamentos do elenco seguirão acontecendo de maneira remota.

"Nesse momento, em que autoridades municipal, estadual e federal ainda discutem, sem uma definição unânime, o formato de retorno às atividades, o Tricolor, assim como já fez no departamento de futebol (com treinamento remoto até 10/6) irá adotar medida de precaução, mantendo a paralisação social e esportiva da sede do clube até o dia 15/06", escreveu o clube.

O clube (Laranjeiras e CT Carlos Castilho) estão fechados desde 16 de março e o prazo anteriormente para reabertura era no final de maio. Porém, após uma reunião com os atletas do elenco, foi decidido de não retomar as atividades em junho.

Entre os argumentos apresentados, o clube cita o número de mortes no Estado do Rio de Janeiro, a posição da Cremerj, as recomendações do Ministério Público e a falta de uma data prevista para início do Campeonato Brasileiro.

Vale lembrar que dia 13 de junho é uma das datas previstas para o retorno do Campeonato Carioca, o que deixaria o Fluminense com apenas três dias de preparação.

"O Fluminense Football Club tem, desde o início da pandemia, seguido à risca as orientações dos órgãos governamentais para evitar a proliferação do Corona Vírus (COVID-19). Nesse momento, em que autoridades municipal, estadual e federal ainda discutem, sem uma definição unânime, o formato de retorno às atividades, o Tricolor, assim como já fez no departamento de futebol (com treinamento remoto até 10/6) irá adotar medida de precaução, mantendo a paralisação social e esportiva da sede do clube até o dia 15/06.  Os funcionários permanecerão trabalhando em home office.

Seja Sócio e tenha vantagens na compra de ingressos, além de descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

O clube pretende seguir firme na posição de garantir a funcionários e associados uma proposta de ação que não os coloque em risco.

Nesse sentido, o clube conta neste momento com o auxílio profissional de experiente médico infectologista ja integrado ao Departamento Médico do clube para orientação das medidas que devem ser adotadas quando do retorno.

Em razão das taxas de contaminação e óbitos seguirem crescendo no Rio de Janeiro, o Fluminense continuará fazendo avaliações das medidas a serem tomadas de 15 em 15 dias, com a orientação do seu Departamento Médico.  Havendo continuidade no aumento das taxas na cidade, o clube poderá manter a paralisação até o dia 30 de junho"