Fluminense estuda SAF e avalia mandar jogos em Laranjeiras

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente Mário Bittencourt, em entrevista, revelou que o Fluminense tem acordo com um banco para avaliar o tema.
Presidente Mário Bittencourt, em entrevista, revelou que o Fluminense tem acordo com um banco para avaliar o tema. Foto: (Thiago Ribeiro/AGIF)

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, confessou em uma entrevista concedida ao canal Raiz Tricolor, na noite da última quarta-feira, que o tricolor avalia a possibilidade de se tornar uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol) e já tem, inclusive, um acordo com o banco BTG Pactual para que o tema seja estudado.

Durante as mais de duas horas e meia de contato, o mandatário do clube revelou que: "Eu não sou contra a SAF, não tem nenhuma entrevista minha em que eu disse isso. Nada impede que o Fluminense futuramente possa virar uma sociedade anônima de futebol. Mas, curiosamente, os três primeiros clubes a virarem SAF estão ou estavam na Série B. O Fluminense está extremamente atento ao tema. Nós participamos até de uma série de discussões sobre, somos sempre convidados a participar das discussões de SAF, da Lei Pelé… O clube está em vias de assinar contrato com uma grande empresa do mercado que vai fazer uma avaliação sobre o tema. Estamos em conversas com o BTG para fazer um estudo ainda mais aprofundado. São vários fatores a ser levados em consideração. Se tivermos uma liga de clubes em 2025, por exemplo, o valor dos clubes aumentam exponencialmente".

Leia também:

Outro tema importante que foi abordado na entrevista foi a reforma do Estádio das Laranjeiras e seu possível uso em partidas oficiais do clube: "A empresa que for contratada terá 90 dias para apresentar o projeto de restauração do estádio. Então faremos uma nova carta-convite para empresas de engenharia, para que as obras possam iniciar ainda em 2022. Acreditamos que as obras se iniciam em outubro, mas dificilmente vamos conseguir fazer jogos no início de 2023. Nossa ideia é usar o estádio restaurado para jogos do Estadual, de quatro a cinco jogos oficiais por ano. (...) Quem sabe a gente possa ter o primeiro jogo (em 2023), um amistoso de reinauguração do estádio, e jogos oficiais em 2024, creio eu. A ideia é restaurar o estádio assim como ele está, com algumas modificações que são possíveis. Por exemplo, colocar aquele vidro que existe em São Januário na beira do campo, em troca do alambrado; colocar de repente cadeiras na social; desenvolver um plano de sócios específico para jogos em Laranjeiras...".

Décimo primeiro colocado no Brasileirão, o Fluminense viaja para o Rio Grande do Sul, onde encara o Juventude às 11 da manhã do próximo domingo. O clube busca reanimar seus jogadores e torcedores após a eliminação na Sul-Americana, mesmo com a goleada histórica por 10 a 1 e a derrota de virada no FlaFlu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos