Fluminense vê 14 jogadores diferentes marcarem gols em série invicta

Extra
·1 minuto de leitura
Wellington Silva marcou o gol da vitória no Castelão
Wellington Silva marcou o gol da vitória no Castelão

O Fluminense está na quarta colocação do Campeonato Brasileiro com 32 pontos e aparece como surpresa até aqui. Um dos motivos da boa fase do Tricolor é a solidariede do elenco dentro de campo: nesta série invicta de oito jogos, 14 jogadores diferentes balançaram as redes.

Apenas Nenê e Nino fizeram dois gols na sequência. Além deles, Michel Araújo, Felippe Cardoso, Ganso, Yago, Fred, Digão, Caio Paulista, Luiz Henrique, Danilo Barcelos, Luccas Claro, Marcos Paulo e Wellington Silva marcaram. Kevin, lateral-direito do Botafogo, fez contra no Clássico Vovô.

— É um momento de virada de turno, importante no campeonato, aproveito para agradecer ao elenco pela dedicação, por comprar a ideia de jogo e as variações que temos, buscando sempre o melhor para o Fluminense. Tenho um orgulho muito grande desse grupo, que assimilou rapidamente o contexto da competição e é por isso que estamos fazendo uma campanha muito boa, emblemática para o momento que o clube vive e viveu nos últimos anos — avaliou Odair Hellmann.

A boa fase tem gerado até brincadeira entre os atletas. Antes da partida contra o Fortaleza, em atividade de cabeceio, Luccas Claro brincou que Yuri não mandava uma para dentro do gol. O volante, então, defendeu seu papel na brincadeira.

— Você estava lá e viu. Eu estava fazendo o papel mais importante, levantar a bola. Eu estava fazendo bem a minha função — disse Yuri, na ‘FluTV’: — Pode fazer isso no jogo também, dar assistência — respondeu Michel Araújo.

Na conversa antes da partida, Danilo Barcelos destacou o trabalho mais forte para manter a invencibilidade "até o final do Campeonato Brasileiro".