Fogo amigo? Jornal argentino calcula Brasil com maior probabilidade de ser campeão da Copa do Catar

O Brasil é a seleção com maior chance de título da Copa do Mundo do Catar. E quem está dizendo isso não é nenhum torcedor fanático, mas um modelo matemático usado pelo jornal argentino La Nación. Atrás da seleção canarinho, vêm a atual campeã França e a Inglaterra; a Argentina é apenas a oitava na probabilidade de sair do Catar com a taça. Com análise de mais de 2300 partidas, que envolveram 71 times, a metodologia foi elaborada por duas instituições matemáticas locais, que também define a probabilidade de cada equipe ganhar, perder ou empatar um jogo no Catar.

Trace destino das seleções: No simulador da Copa do Mundo 2022, você decide quem ganha

'Estou mais Adenor': Tite revela mensagem de Abel e Autuori antes de estreia e fala sobre frio na barriga

A base de jogos analisados pelo Instituto de Cálculo/Conicet e pela Faculdade de Ciências Exatas e Naturais/UBA conta com partidas da Copa de 2014, disputada no Brasil, e torneios continentais. O favoritismo também leva em conta se a partida era oficial ou amistosa e o fator "mando de campo", desconsiderado em caso de campo neutro. Na Copa do Catar, ele só será levado em conta nas análises da anfitriã, a seleção do Catar, que aparece como a última no ranking de chances de título das 32 seleções.

As forças de ataque e defesa também foram medidas, com o número médio de gols feitos e sofridos. Para a Copa do Catar, os times que ganharam os últimos jogos pré-copa têm vantagem sobre os que vinham em decadência nessa reta final.

Nada de zebra: Quem é o 'Jaguar japonês', autor do gol da virada do Japão contra a Alemanha

Curiosamente, as zebras da Copa aparecem distantes de suas vítimas. Enquanto a bicampeã Argentina é a 8ª favorita, a seleção da Arábia Saudita está na 24ª colocação, com 0,1% de chances: no confronto entre as duas na fase de grupos, os sauditas venceram o jogo por 2 a 1, de virada. Já a Alemanha, que tomou a virada do Japão nesta quarta-feira, está sete posições à frente de seu algoz.

Confira abaixo a porcentagem de chance de título:

Brasil, 28,4%

França, 11,3%

Inglaterra, 11%

Espanha, 8,8%

Portugal, 8,1%

Holanda, 8,1%

Bélgica , 6%

Argentina, 6%

Dinamarca, 3,2%

Uruguai, 2,4%

Alemanha, 1,5%

Marrocos, 1,2%

Croácia, 1,1%

Sérvia, 0,6%

Suíça, 0,5%

Equador, 0,4%

Estados Unidos , 0,3%

Japão, 0,3%

México, 0,3%

Polônia, 0,2%

País de Gales, 0,2%

Irã, 0,1%

Tunísia, 0,1%

Arábia Saudita, 0,1%

Senegal, 0,1%

Coreia do Sul, menos de 0,1%

Canadá, menos de 0,1%

Austrália, menos de 0,1%

Costa Rica, menos de 0,1%

Gana, menos de 0,1%

Camarões, menos de 0,1%

Catar, menos de 0,1%

Após zebra: Argentina pode ser eliminada já na próxima rodada da Copa do Mundo; veja a combinação necessária

Segundo o La Nación, todos os resultados do torneio são simulados um milhão de vezes, "para evitar que fatores aleatórios afetem os resultados" e se chegue o mais perto da realidade.

Os últimos jogos da primeira rodada da fase de grupos estão agendados para esta quinta-feira, dia 24. Pelo Grupo H, o Brasil joga contra a Sérvia, às 16h no Estádio Lusail. Suíça e Camarões abrem o dia do grupo, às 7h. Já pelo Grupo G, Uruguai e Coreia do Sul jogam às 10h; seguido de Portugal e Gana às 13h.