Fogo avança em área urbana de MS, e Exército esvazia paiol de munição

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO*** CORUMBÁ, MS, 04.10.2020 - Funcionários monitoram um acero na tentativa de controlar um foco de incêndio na região da Serra do Amolar, no Pantanal do Mato Grosso do Sul. (Foto: Lalo de Almeida/Folhapress)
***ARQUIVO*** CORUMBÁ, MS, 04.10.2020 - Funcionários monitoram um acero na tentativa de controlar um foco de incêndio na região da Serra do Amolar, no Pantanal do Mato Grosso do Sul. (Foto: Lalo de Almeida/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um incêndio no Pantanal de Mato Grosso do Sul se aproximou neste domingo (22) da área urbana de Bela Vista, 317 km a sudoeste de Campo Grande). A cidade é fronteiriça com o Paraguai, origem do fogo, segundo o Corpo de Bombeiros.

Imagens mostram chamas atrás de muros e ao lado de vias asfaltadas. Um foco de incêndio na área do 10° Regimento de Cavalaria Mecanizado levou o Exército a esvaziar um paiol de munições. O fogo acabou controlado pelos militares sem provocar danos materiais.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros de Bela Vista, tenente Alex Fernandes, o combate ao fogo mobilizou colegas de outros municípios de Mato Grosso do Sul, militares do Exército, Polícia Militar Ambiental, Defesa Civil e até moradores.

Ele afirmou que nenhum prédio foi atingido e que a situação foi controlada no final do dia, mas que alguns moradores tiveram de sair de suas casas por causa da forte fumaça.

O Pantanal enfrenta o terceiro ano consecutivo de seca. Para piorar, fortes geadas queimaram a vegetação. O recrudescimento do fogo ocorre a poucos dias do início de setembro, historicamente o mês com mais focos de calor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos