Foi libertado o homem que tentou matar Ronald Reagan

John Hinckley Jr saiu da prisão esta quarta-feira, depois de 41 anos detido e de um juiz de um Tribunal Federal dos Estados Unidos considerar que está “preparado para continuar com a sua vida”.

Hinckley tentou assassinar Reagan à saída do hotel Hilton, em Washington, no dia 30 de março de 1981. O então presidente ficou com um pulmão perfurado. Outras três pessoas ficaram feridas, incluindo o assessor de imprensa da Casa Branca, James Brady.

O atirador disse que queria impressionar a atriz norte-americana Jodie Foster, por quem vivia obcecado desde que viu o filme “Taxi Driver”. Durante o julgamento, em 1982, foi declarado “penalmente inimputável", e foi  internado num hospital psiquiátrico.

Hinckley, que agora é músico, anunciou que vai começar uma digressão e já tem um concerto marcado para o próximo mês.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos