Folha de pagamento de R$ 4,07 bilhões por ano do PSG bate novo recorde, diz relatório

O Paris Saint-Germain registrou a maior massa salarial de todos os tempos para um clube de futebol profissional em 728 milhões de euros (cerca de R$ 4,07 bilhões, na cotação atual) por ano, de acordo com o European Champions Report 2023 da Football Benchmark.

As contratações de Lionel Messi, Gianluigi Donnarumma, Sergio Ramos e Achraf Hakimi em 2020/21 ajudaram o PSG a dar um salto de 45% nos gastos salariais em relação a última temporada e se tornar o clube de futebol com o valor mais alto já registrado.

Distante, o Real Madrid ficou em segundo lugar com 519 milhões de euros (R$ 2,9 bilhões, na cotação atual), depois que seus custos salariais aumentaram 29%, em parte como resultado de bônus pagos pela conquista da Liga dos Campeões.

Segundo os portais europeus, Messi é considerado o segundo maior salário do PSG, com 63 milhões de euros, já que o atacante francês Kylian Mbappé o ultrapassou depois de assinar um novo contrato com o time no verão passado. Também acredita que o brasileira Neymar ganhe cerca de 50 milhões de euros por ano.

Seus altos custos resultaram em perdas líquidas recordes de 369 milhões de euros (R$ 2,06 bilhões, na cotação atual) para a temporada 2021-22 em seus últimos números financeiros. Isso porque o clube francês conquistou apenas o campeonato nacional e foi eliminado nas oitavas de final da Champions League pelo Real Madrid.

Em setembro do ano passado, o PSG também foi multado pela UEFA por violar as regras do fair play financeiro (FFP) . Eles foram condenados a pagar 10 milhões de euros incondicionais — diretamente ou por meio de receita obtida com o envolvimento nas competições de clubes da UEFA — com € 55 milhões dependendo do cumprimento de metas futuras ao longo de um período de três anos.

Veja o top-5 folhas salariais mais caras da história

Paris Saint-Germain (2022) - 728 milhões de euros

Barcelona (2019) - 541,9 milhões de euros

Barcelona (2018) - 529,1 milhões de euros

Real Madrid (2022) - 519 milhões de euros

Paris Saint-Germain (2021) - 503,2 milhões de euros