Fonoaudióloga Cinthia Ribeiro (PSDB) é reeleita prefeita em Palmas

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A fonoaudióloga e atual prefeita Cinthia Ribeiro, 43, (PSDB) foi reeleita para comandar a capital do Tocantins. Ela obteve 36,22% dos votos com 98,73% das urnas apuradas até as 19h33, de acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O segundo mais votado entre os 12 candidatos à prefeitura da capital tocantinense foi o professor e deputado estadual José Luiz Pereira Júnior, o Júnior Geo, 43, (PROS), com 14,59% dos votos válidos. Por ter menos de 200 mil eleitores -exatamente 180.524, segundo o TSE- a capital do Tocantins não pode realizar segundo turno. Natural de Anápolis (GO), a candidata reeleita faz parte da coligação "Palmas só melhora" (PSDB/MDB/Rede/DEM/Patriota/Avante) e, apesar de ter o apoio do partido do governador do Tocantins, Mário Carlesse (DEM), não pôde contar com ele na campanha, uma vez que Carlesse não se posicionou oficialmente. Por outro lado, Ribeiro é apoiada pelo senador Eduardo Gomes (MDB), vice-líder do governo Bolsonaro no Senado. O vice na chapa de Ribeiro é o papiloscopista e ex-vereador de Mirassol, cidade vizinha a Palmas, André Gomes (Avante), irmão do senador Eduardo Gomes. Apesar de a próxima ser a segunda gestão de Ribeiro na prefeitura, é a primeira vez que ela se candidata ao cargo. Após uma aposta frustrada como vice-governadora em 2014, ela foi eleita vice-prefeita de Palmas em 2016 e, dois anos depois, assumiu a prefeitura quando o então prefeito, Carlos Enrique Amastha (PSB), renunciou para concorrer ao governo do estado -e perder. Júnior Geo (PROS) teve uma carreira meteórica na política. Professor concursado no Instituto Federal de Tocantins desde 2005, ele foi eleito vereador pela primeira vez em 2012 e reeleito em 2016. Dois anos depois, em 2018, foi eleito deputado estadual e, em 2020, lançou-se pela primeira vez na disputa pela prefeitura. Ele é o atual presidente do PROS Tocantins e faz parte da coligação Palmas no Caminho Certo (PSC/PROS), que tem como vice a empresária Rose Damaso (PROS). Também concorreram ao cargo de prefeito de Palmas o advogado e vereador Tiago Amastha Andrino (PSB), o engenheiro Alan Barbiero, 53 (Podemos), o empresário Gil Fonseca Barison, 59, (PRTB), o médico Joaquim Rocha, 56 (PMB), o deputado federal Eli Borges, 60, (PTB), o empresário Marcelo Lelis, 50, da coligação (PCdoB), o empresário Max Dornellys Outlet, 35 (PTC), o professor universitário João Bazzoli (PSOL), a deputada estadual Vanda Monteiro, 40 (PSL), e o empresário João Helder Vilela, 62 (PT). Capital mais nova do Brasil, com apenas 24 anos, Palmas possui 180.524 eleitores, que correspondem a 17% do eleitorado do estado, de acordo com o TSE. A população do município, em 2020, é de 306.296 habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).