Forças da Ucrânia serão treinadas nos EUA em sistema de defesa antiaérea

Os Estados Unidos irão treinar ucranianos no estado de Oklahoma para usar e manter o sistema de defesa antiaérea Patriot que Washington fornecerá a Kiev, anunciou o Pentágono nesta terça-feira (10).

Washington prometeu no ano passado uma bateria Patriot à Ucrânia, para ajudar a combater os ataques aéreos de Moscou. Essa oferta representa uma vitória para Kiev, que havia pressionado os Estados Unidos para obter o sistema.

"O treinamento das forças ucranianas no sistema de defesa aérea Patriot começará na próxima semana, em Fort Sill, Oklahoma", anunciou o secretário de imprensa do Pentágono, Pat Ryder. "A formação irá preparar entre 90 e 100 soldados ucranianos para operar, manter e sustentar o sistema defensivo, por meio de um curso que deve durar vários meses."

A defesa aérea teve um papel-chave para proteger a Ucrânia e impedir que as forças de Moscou assumissem o controle do céu. Mas, por sofrer cada vez mais reveses em campo, a Rússia começou a atacar a infraestrutura crítica da Ucrânia, interrompendo o fornecimento de eletricidade, água e aquecimento a milhões de pessoas.

Fabricado pelo grupo Raytheon, o MIM-104 Patriot é um sistema de mísseis terra-ar desenvolvido inicialmente para interceptar aviões que voam a grande altitude. Ele foi modificado na década de 1980, diante da ameaça de mísseis balísticos táticos, e usado pela primeira vez em combate contra os Scuds iraquianos de fabricação russa na primeira Guerra do Golfo.

wd/md/gm/db/lb/mvv