Ford espera faturar R$ 500 milhões com serviços do Brasil em 2022

Mesmo sem fabricar carros, Ford projeta faturar R$ 500 milhões no Brasil em 2022. Foto: REUTERS/Brendan McDermid.
Mesmo sem fabricar carros, Ford projeta faturar R$ 500 milhões no Brasil em 2022. Foto: REUTERS/Brendan McDermid.
  • Ford anunciou que espera faturar R$ 500 milhões em 2022 com a exportação de serviços da equipe de engenharia do Brasil;

  • Esses profissionais trabalham para desenvolver as próximas gerações de automóveis da Ford;

  • Polo de pesquisa brasileiro tem mais de 70 patentes registradas mundialmente.

A Ford divulgou na última sexta-feira (1°) que espera o faturamento de cerca de R$ 500 milhões em 2022 com a exportação de serviços da equipe de engenharia do Brasil. Atualmente, o grupo tem 1,5 mil engenheiros atuando no mercado.

Segundo a montadora, esses profissionais trabalham com o desenvolvimento de veículos globais da empresa, e ao menos um terço das funções nos carros é exercida por brasileiros.

“Temos uma unidade de negócio autossustentável. Este ano a receita da Ford Brasil será de R$ 500 milhões”, afirmou o presidente da Ford América do Sul, Daniel Justo.

Leia também:

Em maio, a companhia anunciou a contratação de mais 500 engenheiros para seu Centro de Desenvolvimento e Tecnologia do Brasil, sediado no município de Camaçari, na Bahia.

Segundo Justo, a Ford mantém 200 pesquisadores dispersos por 17 estados, mais Distrito Federal, e conta com 120 projetos em andamento. Atualmente, o polo de pesquisa do Brasil tem mais de 70 patentes registradas mundialmente.

Esses profissionais trabalham para desenvolver as próximas gerações de automóveis da Ford. Para o executivo, com o processo contínuo pela inovação do mercado, há cada vezes mais a necessidade de engenheiros.

“Vimos nesse cenário a oportunidade de ampliar a exportação de serviços para os principais mercados da Ford no mundo, aproveitando a criatividade, versatilidade e a sólida experiência em custos dos nossos profissionais”, disse Justo.

A companhia divulgou em março que investirá US$ 50 bilhões em eletrificação até 2026. Desse montante, US$ 11 bilhões serão destinados à criação de dois megapolos tecnológicos nos EUA. De acordo com a montadora, 600 mil automóveis elétricos serão produzidos até 2023.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos