Fortaleza fatura bicampeonato cearense, e Paulão exalta força do grupo: 'Muitas dificuldades'

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

O Estado do Ceará é Tricolor, pela 43ª vez na história e pelo segundo ano consecutivo. Com seu desfecho tardio programado para a noite desta quarta-feira (21), o Campeonato Cearense de 2020 teve o Fortaleza como seu grande campeão: após ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, o Leão não deu chance ao azar e voltou a bater seu maior rival, desta vez por 1 a 0, sacramentando mais uma conquista de título estadual. O gol único da segunda decisão foi anotado pelo lateral Tinga.

Em entrevista concedida após o apito final, Paulão, capitão do time tricolor, não escondeu sua felicidade e emoção com a taça e com o momento especial vivido pelo clube. Contratado durante a temporada de 2019, o defensor falou sobre a sensação de conquistar seu primeiro título como jogador do Fortaleza, exaltando a força do grupo em superar os obstáculos de um campeonato que 'se arrastou' por tantos meses.

"Muito feliz, momento muito especial. Agradecer primeiramente a Deus. Dentro de tantos jogos como foi o campeonato cearense, muitas dificuldades, revezamento, mas conseguimos nosso grande objetivo que era o resultado positivo. Conseguimos duas vitórias importantes nos dois jogos, isso credencia o Fortaleza realmente como o melhor time do Estado. Não estive aqui ano passado, mas esse ano estou sentindo o prazer de como é. Infelizmente o estádio está vazio, mas acredito que nosso torcedor, onde estiver, está muito feliz", afirmou.

Este é o terceiro título do Fortaleza sob comando de Rogério Ceni, que já havia conquistado a Série B de 2018 e o Estadual de 2019, coroando ainda mais um dos trabalhos mais sólidos e elogiáveis da Série A nesta temporada. Com um calendário abarrotado de compromissos, o Tricolor terá pouco tempo para desfrutar de sua conquista: volta a campo já no próximo domingo (25), contra o São Paulo, jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil.