Forte terremoto atinge Papua-Nova Guiné e deixa pelo menos 4 mortos

Por Praveen Menon

(Reuters) - Um terremoto de magnitude 7,6 atingiu o leste de Papua-Nova Guiné neste domingo, matando pelo menos quatro pessoas, deixando outras feridas e danificando propriedades e infraestruturas essenciais.

O terremoto ocorreu a cerca de 67 km a leste de Kainantu e 80 km a noroeste de Lae, na região leste de Papua-Nova Guiné, por volta das 9h45 no horário local, mas foi sentido a cerca de 500 km de distância, na capital de Porto Moresby.

A extensão total dos danos ainda não está clara. Terremotos são comuns em Papua-Nova Guiné, que fica no "Anel de Fogo" do Oceano Pacífico, uma região favorável à atividade sísmica devido ao atrito entre placas tectônicas sob sua superfície.

Embora o governo não tenha informado o número de mortos, o Escritório das Nações Unidas para Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA, na sigla em inglês) na Ásia e no Pacífico disse que foram reportados pelo menos quatro mortos e quatro feridos.

Uma pessoa morreu em um deslizamento de terra em Rai Coast, Madang, e outras três ficaram soterradas em Wau, Morobe, informou a equipe de gerenciamento de desastres do OCHA em um relatório publicado no Twitter.