Foto de mãe lambendo seu recém-nascido causa controvérsia online

Reprodução/Senhoritas Fotografia

No mundo animal, a maioria dos bichos tem o hábito de lamber seus filhotes logo que nascem. Mas e quando um humano faz isso, qual a sua opinião? Uma foto em que uma mãe passa a língua em seu recém-nascido se tornou viral e levantou um acalorado debate online.

Leia mais: As pessoas estão compartilhando o antes e depois de se tornarem pais e o resultado é hilário

A baiana de Salvador Cátia foi clicada pelas lentes de Ludy Siqueira durante seu parto e as imagens logo caíram na internet. Apesar de parecer estranho ou até nojento para muitos, a prática é muito comum e saudável e não há nada de errado nisso.

Lamber o filhote é instintivo entre mamíferos e isso também inclui as mamães humanas. No mundo selvagem, a limpeza com a língua acontece por alguns motivos: afastar predadores removendo o cheiro do bebê e para situá-lo ao novo ambiente.

“Ser lambido pela mãe libera um neurotransmissor chamado ocitocina, que reforça a relação entre a mãe e o bebê, reduz o estresse e altera cada parte do DNA quando lida”, explica o neurocientista Alex Korb. Outra crença entre as mulheres é de que ao lamber o neném, elas irão ingerir nutrientes da placenta.

Já te mostramos que comer a placenta é extremamente criticado por médicos e que pode fazer mal à saúde. Mas lamber o bebê é praticamente inofensivo, então não há razão para não fazê-lo.

Leia mais: Ao receber comentário dizendo que suas estrias são “nojentas”, mãe dá a melhor resposta

No entanto, muitos acham isso totalmente desnecessário e que a falta de indicações científicas para o benefício em humanos faz a prática inútil. O Independent perguntou a opinião de uma obstetra, e sua resposta foi: “credo, por que? Isso apenas me parece nojento”. E você, o que acha?