8 / 11
Andy Murray
Andy Murray, o ex-amarelão

Em junho Andy Murray era o escocês que nunca tinha ganhado um torneio de Grand Slam e que chorava na quadra central de Wimbledon após perder a final para o suíço Roger Federer. Algumas semanas depois ele se tornou o britânico campeão olímpico que destruía no mesmo lugar o mesmo adversário do mês anterior. Seria só um torneio menor se não tivesse servido de combustível: o menino que sobreviveu ao massacre de Dunblane, em 1996, conquistou o Aberto dos EUA. Termina o ano pela primeira vez em terceiro lugar, renascido.

Melhores momentos olímpicos

12 de dezembro de 2012

Relembre os melhores momentos das Olimpíadas de Londres-2012.