França acusa Austrália de mentir sobre acordo de submarinos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
O presidente da França, Emmanuel Macron, em coletiva de imprensa em Roma em 31 de outubro de 2021, durante a cúpula do G20 (AFP/Ludovic MARIN)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente francês Emmanuel Macron afirmou neste domingo (31) que o primeiro-ministro australiano Scott Morrison mentiu para ele sobre as negociações secretas entre Austrália, Estados Unidos e Reino Unido sobre uma aliança estratégica, que levou ao rompimento de um acordo entre França e Austrália de venda de submarinos.

"Acha que Scott Morrison mentiu para você?", perguntou um jornalista australiano nos corredores de uma cúpula do G20 em Roma. "Não acho, eu sei", respondeu Macron, de acordo com um vídeo publicado nas redes sociais.

O anúncio da aliança estratégica entre esses três países, para rivalizar com a China na região do Indo-Pacífico, fez com que Canberra cancelasse um contrato bilionário de compra de submarinos franceses.

Na quinta-feira, durante sua primeira conversa desde a eclosão da crise em meados de setembro, Macron disse a Morrison que isso representava uma ruptura "da relação de confiança" entre os dois países.

"Não concordo com isso (...). Não é verdade", respondeu Morrison neste domingo quando questionado sobre a acusação de Macron.

"Tivemos um jantar conjunto. Como já disse em várias ocasiões, deixei bem claro para ele que a opção de submarinos convencionais não satisfazia os interesses australianos", acrescentou o primeiro-ministro australiano.

A disputa dos submarinos foi além e afetou as relações entre a França e os Estados Unidos. Paris chegou a chamar para consultas seu embaixador em Washington, que voltou ao posto dias depois.

Durante uma reunião em Roma na sexta-feira, o presidente americano, Joe Biden, não se desculpou com Macron, mas alegou que pensava que "a França havia sido informada muito antes que o contrato não seria realizado".

leb-tjc/mb/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos