França: Campanha presidencial começa com Macron onipresente, mas ausente dos palanques

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Emmanuel Macron
    Emmanuel Macron
    Político, funcionário público e banqueiro francês, 25.º Presidente da França

Com a definição do candidato da direita às eleições presidenciais de 2022 na França, só falta um concorrente no palanque: o presidente Emmanuel Macron, que ainda não oficializou sua candidatura, mas todos sabem que provavelmente irá concorrer a um segundo mandato. A campanha já está a todo vapor, como relata a imprensa nesta segunda-feira (6).

A postulante da direita, Valérie Pécresse, vencedora no último sábado (4) da disputa interna no partido Os Republicanos (LR), entra na batalha com um programa econômico marcado pelo rigor na gestão dos gastos públicos e a promessa de aumento de salários, informa o jornal Les Echos. Ela espera, assim, atrair o eleitorado conservador, hoje dividido entre Macron e os dois candidatos de extrema direita, Marine Le Pen e Eric Zemmour. No entanto, a proposta de saneamento das contas públicas ainda não tem garantias, e o empresariado está reticente à ideia de financiar um reajuste dos salários após quase dois anos de pandemia. A equação se complicou com o retorno da inflação, que chegou a 2,8% em novembro no ritmo anual.

Valérie Pécresse é considerada a adversária mais perigosa para Macron. Aos eleitores de direita que bandearam para o lado do centrista, ela tem destacado duas prioridades: colocar um ponto final no endividamento contínuo do país e manter uma política de oferta, diz o diário liberal.

Enquanto falava para a plateia de 11 mil simpatizantes, um grupo de apoiadores de Zemmour arrumou uma briga com militantes da ONG SOS Racismo, que tinham ido ao local protestar contra a retórica extremista do candidato.


Leia mais

Leia também:
Candidatura de Eric Zemmour à presidência da França revela mal-estar profundo na sociedade francesa
Principal partido de direita francês escolhe pela primeira vez uma mulher como candidata para eleições presidenciais
França: Manifestantes em Paris denunciam discurso "racista" de ex-jornalista candidato à presidência

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos