França: candidata da direita venceria Macron no 2° turno das eleições, diz pesquisa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Emmanuel Macron
    Emmanuel Macron
    Político, funcionário público e banqueiro francês, 25.º Presidente da França

A candidata à presidência do partido Os Republicanos, Valérie Pécresse, nem bem estreou na campanha eleitoral e já parece atrair a preferência dos franceses. Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (7), a conservadora venceria o atual presidente Emmanuel Macron no segundo turno.

Pécresse foi apresentada como a representante da legenda de direita no último sábado (4) e Macron ainda não se candidatou oficialmente pelo partido A República em Marcha. No entanto, a conservadora, que atualmente é presidente da região parisiense, já parece roubar votos do líder centrista.

De acordo com a pesquisa realizada pelo instituto francês Elabe para o canal BFMTV e a revista L'Express, se a eleição fosse hoje, Pécresse venceria o pleito no segundo turno com 52% dos votos, contra 48% para o atual chefe de Estado francês. No primeiro turno, no entanto, a tendência se inverte: Macron obteria 23% dos votos e a conservadora 20%.

A candidata da direita, que foi ministra do presidente conservador Nicolas Sarkozy (2007-2012), ganhou 11 pontos em comparação à última pesquisa realizada pelo Elabe, em 23 e 24 de novembro, antes de vencer as primárias de seu partido. Primeira mulher a representar Os Republicanos em uma eleição presidencial, Pécresse aposta em questões como controle da imigração e segurança para atrair o voto dos franceses.

Extrema direita mantém intenções de voto

As eleições presidenciais francesas serão realizadas em 10 e 24 de abril de 2022.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Principal partido de direita francês escolhe pela primeira vez uma mulher como candidata para eleições presidenciais
França: Campanha presidencial começa com Macron onipresente, mas ausente dos palanques
França: Manifestantes em Paris denunciam discurso "racista" de ex-jornalista candidato à presidência

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos