França: deputado recebe advertência após saudação nazista na Assembleia Nacional

REUTERS - SARAH MEYSSONNIER

O deputado do partido governista A Republica Em Marcha, Rémy Rebeyrotte, que fez uma saudação nazista na Assembleia Nacional francesa, em 12 de julho, para provocar um parlamentar do partido de extrema direita RN (Reunião Nacional), recebeu uma advertência. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (25) pela presidência da casa.

O partido também decidirá, nesta segunda-feira (25), se Rebeyrotte deve ser alvo de outras sanções. De acordo com a versão do deputado francês, durante um voto sobre a lei do passaporte sanitário, que terminou com a derrota da ala governista, um deputado do RN levantou-se e fez uma saudação nazista, do lado de fora do plenário. O parlamentar então teria "imitado" o gesto dizendo: "você não pode fazer isso."

A representante do RN e ex-candidata à eleição presidencial francesa, Marine Le Pen, pediu que o deputado fosse punido e desmentiu a versão que, segundo ela, foi inventada.

A Assembleia não encontrou uma imagem que comprovasse a versão de Rebeyrotte. Nesse caso, os dois parlamentares teriam sido sancionados, explicou um dos responsáveis pela investigação do incidente.

Extrema direita nega versão de deputado governista

Em um comunicado divulgado, o deputado do partido governista pediu desculpas, dizendo que fez o gesto "para estigmatizar um deputado do RN."

No texto, Rebeyrotte também escreve que "nunca renunciará ao combate contra o extremismo e a extrema direita, e a banalização de valores xenófobos e cheios de ódio, que dividem a Europa e a sociedade francesa."

O partido de extrema direita RN conseguiu eleger 89 deputados na última eleição legislativa do país, em junho. Este é o melhor desempenho da legenda na história da França.

(Com informações da AFP)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos