França impõe toque de recolher mais cedo em 15 departamentos a partir de sábado

·1 minuto de leitura

PARIS (Reuters) - A França antecipará o horário do toque de recolher em 15 departamentos no nordeste e sudeste a partir de sábado para combater a disseminação do coronavírus, começando às 18h, em vez de 20h, disse o governo nesta sexta-feira.

“Estamos tomando a decisão para 15 departamentos. Em uma semana, vamos avaliar o impacto deste toque de recolher antecipado nestes 15 departamentos em relação à circulação do vírus em outras partes do país", disse o porta-voz do governo, Gabriel Attal, ao canal de televisão TF1.

"Obviamente se a situação piorar ainda mais em algumas regiões nós vamos tomar as medidas necessárias. As medidas são adicionais e podem, naturalmente --em princípio-- incluir um lockdown", ele acrescentou.

A França tem o maior número de casos de Covid-19 na Europa Ocidental e o quinto maior do mundo, com 2.620.425 no total. O número de mortos chega a 64.632.

O país já passou por dois lockdowns nacionais. Estas medidas foram flexibilizadas em meados de dezembro, mas os restaurantes e bares ainda estão fechados por enquanto e não se sabe quando podem reabrir, embora o dia 20 de janeiro tenha inicialmente sido considerado como uma data-alvo.

Attal reiterou na sexta-feira que os espaços culturais não reabrirão em 7 de janeiro.

O Ministério da Saúde reportou 19.927 novas infecções por coronavírus ao longo das últimas 24 horas na quinta-feira, menos que os 26.457 casos da quarta-feira, o maior nível em mais de um mês, mas ainda longe da meta do governo de menos de 5.000 novas infecções diárias.

(Por Dominique Vidalon)