França pode começar vacinação contra Covid-19 na última semana de dezembro, diz premiê

·1 minuto de leitura
Primeiro-ministro da França, Jean Castex, no Parlamento em Paris

PARIS (Reuters) - Os moradores da França podem começar a receber a vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech na última semana de dezembro se as autoridades da União Europeia a aprovarem na semana que vem, disse o primeiro-ministro francês, Jean Castex, nesta quarta-feira.

Castex disse ao Parlamento que a campanha de vacinação será intensificada em janeiro, e que os idosos e outros grupos mais vulneráveis serão os primeiros da fila.

A França, que como muitos países europeus vem enfrentando um ressurgimento da pandemia nas últimas semanas, já pré-encomendou 200 milhões de doses de vacinas contra Covid-19, acrescentou o premiê.

O país espera administrar vacinas contra Covid a cerca de 1 milhão de pessoas em casas de repouso entre janeiro e fevereiro, e a outras 14 milhões a 15 milhões da população em geral entre março e junho.

Uma autoridade de alto escalão da Comissão Europeia disse nesta quarta-feira que a UE pode dar sua aprovação final à vacina Pfizer/BioNTech já no dia 23 de dezembro.

(Por Matthias Blamont, Sudip Kar-Gupta e Henri-Pierre André)