França quer confirmar boa fase contra Islândia, Portugal enfrenta Sérvia

O atacante da França, Ousmane Dembélé, frente ao goleiro da Islândia Runar O atacante da França, Ousmane Dembélé, frente ao goleiro da Islândia Runar Alex Runarsson em amistoso disputado em Roudourou, no dia 11 de outubro de 2018

A França, campeã do mundo, vai receber na segunda-feira no Stade de France a Islândia, em sua segunda partida das eliminatórias da Eurocopa-2020, com o objetivo de confirmar sua boa estreia com vitória de 4 a 1 sobre a Moldávia.

Já Portugal vai buscar em Lisboa contra a Sérvia sua primeira vitória, depois de tropeçar no mesmo Estádio Da Luz contra a Ucrânia na quinta-feira (0-0), na volta de Cristiano Ronaldo, que havia feito uma pausa da seleção após o Mundial da Rússia-2018, quando perdeu nas oitavas para o Uruguai.

Os 'Bleus' de Didier Deschamps, com seu ataque com Antoine Griezmann-Olivier Giroud-Kylian Mbappe, que marcaram contra a Moldávia, vão medir forças com uma seleção islandesa (38ª do mundo), cujos trunfos são a boa condição física e o jogo coletivo.

No Stade de France, Deschamps vai colocar em campo um time parecido como que pôs contra a Moldávia, com uma dúvida na defesa, onde poderia torcar Samuel Umtiti, que jogou na Moldávia apesar de sua falta de atuações recentes com o Barcelona, por Presnel Kimpembe.

A Islândia, que venceu a Andorra (2-0) fora de casa, em sua estreia no Grupo A, será teoricamente mais difícil para a França do que a fraca Moldávia.

Em 13 jogos (9 vitórias, 4 empates), a França não perdeu contra a Islândia, embora no último duelo entre ambos, um amistoso em outubro passado em Guingamp, tenha empatado (2-2), depois que os nórdicos começaram vencendo por 2 a 0.

- À espera de Cristiano Ronaldo -

Já Portugal, apesar da volta de Cristiano Ronaldo, após o empate sem gols contra a Ucrânia em Lisboa, terá a chance de conseguir sua primeira vitória diante da Sérvia, no Grupo B.

Os portugueses, atuais campeões da Europa, terão na Sérvia um difícil adversário, que empatou (1-1) com a Alemanha em um amistoso em Wolfsburgo.

Na ausência de Cristiano Ronaldo, seus companheiros terminaram primeiros no grupo de classificação à Liga das Nações, na frente da Itália e da Polônia, conseguindo desta forma sua entrada na "Final Four" da nova competição internacional da Uefa, que será disputada de 5 a 9 de junho no norte de Portugal, no Porto e em Guimarães.

"Queríamos ganhar da Ucrânia. Nossa moral recebeu um golpe, mas nossos jogadores têm a experiência para saber superar esta situação", reagiu o técnico, Fernando Santos, após a partida.

A Sérvia tem em Luka Jovic um atacante em forma, segundo na artilharia da Bundesliga, graças a seus quinze gols com o Eintracht Franckfurt. Foi ele quem marcou o gol de sua equipe no amistoso contra a Alemanha.

Por último, no Grupo C, a Inglaterra, que massacrou a República Tcheca por 5 a 0, no início das eliminatórias da Eurocopa em Wembley, enfrenta fora de casa a seleção de Montenegro, que em sua primeira partida empatou (1-1) na Bulgária.

-- Programação da segunda-feira:

- Grupo A

(16H45) Kosovo - Bulgária

(16h45) Montenegro - Inglaterra

- Grupo B

(16H45) Luxemburgo - Ucrânia

(16h45) Portugal - Sérvia

- Grupo C

(14H00) Turquia - Moldávia

(16H45) Andorra - Albânia

(16h45) França - Islândia