França realiza mais de um milhão de testes e se aproxima de 100 mil novos casos por dia de Covid-19

·1 min de leitura

Mais de um milhão de testes e 94 mil novos casos de Covid-19 em apenas 24 horas. A França registra novos recordes devido à rápida propagação da variante ômicron em pleno Natal.

Antes de renunciar às reuniões de família nas festas de fim de ano, os franceses preferiram se testar. A recomendação foi dada pelo próprio presidente francês, Emmanuel Macron, que pediu que a população redobrasse os cuidados antes de antes de se encontrar com parentes e amigos no Natal e Ano Novo.

Durante toda a quinta-feira (23), foram mais de um milhão de testes, indicou Gilles Bonnefond, presidente de um sindicato de farmacêuticos na França. Os números da véspera de Natal ainda não foram divulgados, mas também devem bater recorde, preveem as mídias do país.

Durante toda a semana, os centros de análise e farmácia registraram superlotação para a realização de testes de antígeno e PCR. Em muitas cidades, os autotestes se esgotaram. Em Paris, os diagnósticos de PCR tiveram de ser interrompidos em diversos momentos na quinta e sexta-feira (24) devido à grande demanda.

Mais de 94 mil novos casos

Outro recorde diz respeito à quantidade de novos casos de Covid-19 na França. Mais de 94 mil pessoas testaram positivo à doença na sexta-feira, véspera da Natal. Esse grande número de infectados não era registrado no país desde março de 2020, início da pandemia.

(RFI com agências)


Leia mais

Leia também:
Covid-19: França bate recordes de casos e governo teme "desorganização social"
Covid-19: Macron pede aos franceses que se testem antes das festas de fim de ano
Às vésperas do Natal, franceses correm para realizar testes anticovid

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos