França tem 45% dos votos válidos na disputa ao Senado por SP; Marcos Pontes, 31%, diz Datafolha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Márcio França (PSB) lidera a disputa pela vaga de São Paulo para o Senado. A pesquisa Datafolha deste sábado (1º), véspera da votação, mostra que o ex-governador tem 45% dos votos válidos.

Ele é seguido do ex-ministro Marcos Pontes (PL), que alcança 31% dos votos válidos. Neste ano, apenas um candidato é eleito para o Senado em cada estado.

No levantamento anterior, de quinta-feira (29), França tinha 47%, enquanto Pontes marcava 30% dos votos válidos.

No segundo pelotão, ainda considerando os votos válidos, estão Edson Aparecido (MDB) com 6%, e Janaina Paschoal (PRTB) com 5%; além de Aldo Rebelo (PDT) e Vivian Mendes (UP) com 3% cada.

Antônio Carlos (PCO), Ricardo Mellão (Novo) e Professor Tito Bellini (PCB) têm 2% cada. Dr. Azkoul (DC) marca 1%.

A candidatura coletiva do PSTU, Mancha Coletiva Socialista, não pontua.

O Datafolha passou a destacar o resultado dos votos válidos, que exclui da conta de intenção de votos brancos, nulos e indecisos, pois esse é o critério usado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para contabilizar o resultado do pleito.

Considerando o total de votos, porém, há 26% de eleitores que não escolheram um candidato na véspera da eleição -14% declaram não saber e 12% afirmam que vão votar em branco ou nulo.

França marca 33% (eram 34%), e Pontes tem 23% (eram 21%). Edson tem 4%, enquanto Janaina pontua 3%.

No geral, 35% dos entrevistados acertam o número de seu candidato. Outros 59% não sabem, e 6% erram.

Pontes tem percentual maior de eleitores (50%) que acertam seu número do que França (35%). Entre os eleitores do ex-ministro, 45% não sabem e 6% erram. Já entre os eleitores do ex-governador, 57% não sabem e 7% erram.

A nova pesquisa Datafolha, contratada pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, ouviu 3.700 pessoas em 79 municípios, de sexta-feira (30) a sábado. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número SP-09987/2022.