Franceses querem usar vitaminas para resgatar baleia presa no rio Sena

Baleia beluga
Cientistas observadores dizem que a baleia parece estar desnutrida

Autoridades francesas que tentam desesperadamente resgatar uma baleia beluga presa no rio Sena pensaram em uma nova estratégia - um coquetel de vitaminas.

De acordo com a agência AFP, os socorristas esperam que as vitaminas ajudem a baleia perdida a recuperar o apetite e a energia necessária para retornar ao mar.

O mamífero visivelmente desnutrido foi visto pela primeira vez no rio na terça-feira (2/8), cerca de 70 km ao norte de Paris.

Após tentativas frustradas de incentivá-lo a nadar, o animal permanece preso e os cientistas se preocupam com sua saúde.

Até agora, os socorristas ofereceram arenque congelado e truta viva para a baleia de quatro metros comer, mas uma autoridade local em Eure, Isabelle Dorliat-Pouzet, disse que o animal também não aceitou.

"Está bastante extenuada e parece estar tendo problemas para comer", disse ela à AFP.

As autoridades esperam que a injeção de vitaminas no animal encalhado estimule seu apetite e o ajude a fazer a longa viagem de volta de 160 km de volta pelo rio, de volta ao Canal da Mancha - de onde pode nadar de volta ao seu habitat no Ártico.

Outra opção a ser considerada é remover completamente a baleia do rio, mas isso exigiria que o mamífero tivesse força suficiente para sobreviver a uma jornada ainda mais arriscada.

Baleia Beluga
A baleia beluga fotografada no sábado subindo para a superfície entre duas eclusas no rio Sena

Autoridades disseram no sábado que pequenas manchas apareceram na pele da baleia, mas ainda não ficou claro se isso foi uma reação à água doce do rio Sena - em oposição ao seu habitat natural de água salgada - ou um sinal de deterioração da saúde do animal.

Observadores científicos disseram que a baleia estava se comportando de maneira arisca, subindo à superfície apenas brevemente e emitindo menos das canções esperadas de uma baleia - levantando mais preocupações sobre seu bem-estar.

Especialistas estão intrigados como a baleia conseguiu se afastar tanto de seu habitat natural - as águas frias do Ártico e subártico.

As belugas ocasionalmente se aventuram para o sul no outono para se alimentar, mas é raro elas viajarem para tão longe de sua região. Mas histórias semelhantes não são desconhecidas.

Em maio, uma baleia assassina foi encontrada morta depois de nadar no rio Sena, na Normandia. Um plano para guiar a orca macho de quatro metros de volta ao mar usando estímulos sonoros falhou, e os especialistas concluíram mais tarde que ela estava gravemente doente.

Em 2019, uma baleia morta foi encontrada no rio Tâmisa, perto de Gravesend, disseram autoridades do Reino Unido. Isso ocorreu apenas algumas semanas depois que uma baleia jubarte vista nadando no mesmo trecho de água morreu. Acredita-se que ela tenha entrado no Tâmisa por causa de um erro de navegação, possivelmente durante as marés altas.

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/geral-62458190

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!