Franquia de milho espera faturar R$ 12 milhões até o final do ano

·1 minuto de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • Franquia de Paulo Conrad, a Amore Milho, espera faturar R$ 12 milhões até o final do ano;

  • Em um ano, o empresário abriu 19 unidades e conta com mais 80 em processo de abertura;

  • Um dos pontos altos da franquia é o baixo preço e facilidade na implementação do negócio.

A alimentação tem sido um ramo de sucesso para se empreender quando feito com determinação e insistência. É o caso de Paulo Conrad, que investiu na área, com uma rede de franquias de milho.

Em um ano, o empresário, criador da Amore Milho, abriu 19 unidades e conta com mais de 80 em processo de abertura. Espera-se chegar ao fim de 2021 com o faturamento de R$ 12 milhões.

Leia também:

Um dos pontos altos da franquia é a versão “melhorada” do tradicional milho, que contém 15 opções de acompanhamento. A nova versão incrementada acelerou o negócio de Conrad, que vende seis toneladas por mês.

Outro diferencial da franquia está na operação despojada e fácil, que visa lojas de rua e com baixos custos.

Para se ter uma loja da franquia, é necessário ter apenas 25 metros quadrados. Para os interessados em abrir apenas um quiosque, 8 metros é o suficiente.

O novo franqueado receberá tudo pronto para trabalhar. Após o pedido do cliente, o aquecimento do milho e a preparação dos pratos e acompanhamentos levam apenas 55 segundos.

O investimento para abrir uma unidade da Amore Milho é de R$ 96 mil. A média de faturamento é de R$ 40 mil, enquanto o lucro está em 20%, ou seja, R$ 8 mil.

As informações são do Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos