'Frases de Bolsonaro sobre ditadura são infelizes', afirma Piñera

Ao ser perguntado sobre quais seriam essas frases, Piñera citou: “Quem procura osso é cachorro”. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

No dia seguinte da visita oficial do presidente Jair Bolsonaro ao Chile, Sebastián Piñera, presidente do Chile, fez questão de ressaltar que discorda das falas ditas pelo brasileiro sobre as ditaduras latino-americanas.

As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Nos dois dias oficiais da visita, houve protestos contra o brasileiro. A isso, Bolsonaro respondeu, ao chegar, que “protestos assim existem onde quer que eu vá, mas o importante é que, no meu país, fui eleito por milhares de brasileiros”.

Ao ser perguntado sobre quais seriam essas frases, Piñera citou: “Quem procura osso é cachorro”, uma das que estampavam os cartazes de protesto de grupos de direitos humanos que pediam que Bolsonaro deixasse o Chile. Apesar disso, elogiou qualidades. Piñera disse que frases como a que citou “são tremendamente infelizes”. “Não compartilho muito do que Bolsonaro diz sobre o tema.”

Leia mais
Investigação não vê aliança de Trump com Rússia

Na mesma ocasião, Piñera voltou a defender o Prosul. Disse que respeita a decisão de Uruguai e Bolívia de não assinar a declaração conjunta neste momento, mas reforçou que ambos seguem sendo convidados a fazê-lo mais adiante. E que apenas a Venezuela ainda não está convidada, “por não cumprir com o requisito de ser um país democrático e com respeito aos direitos humanos”.

No ano passado, logo após a vitória de Bolsonaro, Piñera disse que o brasileiro havia obtido “uma enorme vitória”, algo que voltou a repetir publicamente, em tom elogioso, no último sábado (23). Porém, em 2018, o mandatário chileno também disse ter “discrepâncias profundas em algumas áreas e coincidências importantes em outras”. Entre as coincidências, mencionou “os temas de modernização da economia e de recuperação de equilíbrios fiscais”.

DISCORDÂNCIAS

Ainda naquela ocasião, Piñera falou sobre as afirmações consideradas racistas e homofóbicas do brasileiro: “Obviamente essas afirmações sobre condutas homofóbicas e pouco respeitosas com relação às mulheres são afirmações com as quais eu definitivamente não estou de acordo”.