Freixo aciona MPF para investigar atuação de lobista em abertura de empresa de Renan Bolsonaro

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 25.11.2019: Deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapresss)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 25.11.2019: Deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapresss)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) acionou o Ministério Público Federal em Brasília para pedir a abertura de investigação sobre tráfico de influência na relação de Jair Renan Bolsonaro com o lobista Marconny Albernaz de Faria, segundo a CPI da Covid, intermediário da Precisa Medicamentos.

O jornal Folha de S.Paulo mostrou na quarta (1) mensagens em posse da comissão que sugerem a participação do lobista na abertura da Bolsonaro Jr Eventos e Mídia, empresa em nome do filho 04 do presidente.

Faria entrou na mira da CPI por causa de sua relação com a farmacêutica investigada no caso da vacina Covaxin, mas também é alvo de uma apuração no Ministério Público Federal do Pará, que enviou as conversas para a comissão.

“Observa-se que o filho do Presidente obteve vantagens pessoais de empresas e pessoas que praticaram atos administrativos - contratos administrativos - com o poder público e, por estas razões, deve ser investigado”, diz trecho do pedido.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos