Freixo defende 'apoio crítico' do PSOL a Paes no segundo turno contra Crivella

Paulo Cappelli
·1 minuto de leitura
Foto: Foto: Guito Moreto / Agência O Globo
Foto: Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

RIO - Principal nome do PSOL no estado, o deputado federal Marcelo Freixo defendeu, nesta segunda-feira (16), o "apoio crítico" do partido a Eduardo Paes (DEM), que disputará o segundo turno da eleição contra o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos). Em declaração à colunista Berenice Seara, do Extra, Freixo afirmou que o assunto será discutido na legenda, mas que acredita que o PSOL não vai se omitir.

"Isso não significa apoio ao que representa o Eduardo. O PSOL tem que fazer oposição a ele na Câmara, tem que fazer a sua agenda e cobrar do prefeito o cumprimento de cada item. Mas, neste momento, existe uma coisa mais urgente. O Rio tem que derrotar Crivella", disse Freixo. Candidata do PSOL à prefeitura, a deputada estadual Renata Souza terminou a corrida eleitoral em quinto lugar, com 5,24% dos votos.

No domingo, Freixo afirmou que a aproximação estaria condicionada a Paes não procurar o apoio de Bolsonaro, o que o ex-prefeito, por meio de um vídeo, já afirmou que não fará.

PT perto de aliança com Paes

Vice-presidente nacional do PT e cacique do partido no estado, Washington Quaquá disse que a probabilidade de a legenda apoiar Paes é de "99%". O PDT de Martha Rocha, por sua vez, pretende manter postura de neutralidade.