Freixo marca comício com Lula na Baixada Fluminense após crítica de Castro

*ARQUIVO* Rio de Janeiro, Rj, BRASIL. 18/12/2017; Entrevista com o deputado Marcelo Freixo em seu gabinete na Alerj.  ( Foto: Ricardo Borges/Folhapress)
*ARQUIVO* Rio de Janeiro, Rj, BRASIL. 18/12/2017; Entrevista com o deputado Marcelo Freixo em seu gabinete na Alerj. ( Foto: Ricardo Borges/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS0 - O deputado Marcelo Freixo (PSB), candidato ao Governo do Rio de Janeiro, marcou nesta segunda-feira (8) um comício com o ex-presidente Lula (PT) na Baixada Fluminense, área mais pobre da região metropolitana, após ser alvo de críticas do governador Cláudio Castro (PL) por sua atuação na região.

O comício já estava previsto para ocorrer na campanha, mas Freixo reconheceu ser uma reação ao ataque de Castro. A agenda deve ocorrer em Nova Iguaçu.

"Esse comício do Lula é uma reação da gente, mas não só. Tenho muita dúvida se a Baixada vai representar o que eles estão achando. Tem um sentimento de mudança pelo que aconteceu na vida das pessoas. Não sei se vai ser um sentimento de acordo com o que está aí", disse Freixo.

Durante debate no domingo (7) promovido pela TV Bandeirantes, Castro afirmou que Freixo não deu atenção à Baixada durante seu mandato. O objetivo foi colar ao adversário uma imagem elitista e de distanciamento de cidades de fora da capital.

"Para ele a Baixada não é importante, porque ele nunca se preocupou com a Baixada. Talvez ele não saiba nem onde fique a Baixada", afirmou Castro.

Freixo negou ter ignorado a região em seu mandato como deputado federal.

"Temos R$ 4 milhões de emendas para a Baixada. Minha agenda tem sido no último ano essencialmente na Baixada", afirmou o candidato do PSB.

O candidato do PSB recebeu ligação do ex-presidente para tratar do tema quando divulgava o seu plano de governo.

Um comício na Baixada era um desejo antigo do petista. Lula considerava, inclusive, ser o local mais adequado para o primeiro palanque após a oficialização de sua candidatura. O evento, porém, acabou sendo marcado na Cinelândia.

"Eu queria fazer na Baixada, não queria vir aqui [na Cinelândia]. Primeiro tentaram desmarcar e eu não deixei. Depois eu fui derrotado porque eu queria na Baixada, mas disseram que tinha que ser aqui. Quero agradecer a quem me derrotou porque tem muita gente nessa praça", disse Lula, na ocasião.

Castro tem focado sua campanha em cidades do interior, onde tem realizado obras com recursos da concessão dos serviços de saneamento básico. O vice na chapa do governador é Washington Reis (MDB), ex-prefeito de Duque de Caxias, município da Baixada Fluminense.

A campanha de Freixo espera usar a imagem de Lula para crescer junto ao eleitorado mais pobre, faixa em que tem o pior resultado, de acordo com dados da pesquisa Datafolha. O candidato do PSB e o governador lideram, em empate técnico, as intenções de votos para o governo.