De Frejat a Lulu Santos, roqueiros lamentam morte de Erasmo Carlos, ícone do gênero no Brasil

O rock brasileiro está de luto. O gênero perdeu um de seus principais símbolos no Brasil, Erasmo Carlos, que morreu nesta terça-feira (22). Após a morte do Tremendão, diversos roqueiros foram às redes sociais prestar homenagens aquele que, por sua trajetória na Jovem Guarda, ajudou a solidificar o ritmo no Brasil.

"Sem Erasmo, nada teria acontecido", escreveu Nando Reis em seu Instagram. No Twitter, Frejat disse que está "com o coração em pedaços" pela morte do amigo, de quem ressaltou o "carinho, gentileza, bom humor e talento". Léo Jaime também fez um post carinhoso sobre Erasmo, mostrando um anel que ganhou do músico: "este anel é meu talismã", escreveu. Tico Santa Cruz foi mais um que se juntou às homenagens: "o Gigante Gentil partiu", disse o líder da banda Detonautas. No perfil oficial dos Paralamas do Sucesso, a banda lembrou o último momento em que estiveram com Erasmo, em agosto, em Belo Horizonte.

Veja a repercussão dos roqueiros brasileiros pela morte de Erasmo Carlos: