FTX recuperou mais de US$5 bi em ativos, diz advogado

Por Dietrich Knauth e Tom Hals

NOVA YORK, Estados Unidos (Reuters) - A corretora de criptomoedas FTX recuperou mais de 5 bilhões de dólares em ativos, mas o tamanho do prejuízo de seus clientes ainda é desconhecido, afirmou nesta quarta-feira um advogado que trabalha no processo de recuperação judicial da companhia.

A empresa, que há um ano valia 32 bilhões de dólares, pediu recuperação judicial em novembro e seu fundador Sam Bankman-Fried responde a acusações que o apontam como responsável por uma "fraude épica" que pode ter custado aos investidores e financiadores bilhões de dólares, segundo promotores.

"Localizamos mais de 5 bilhões de dólares em dinheiro, criptomoedas e títulos de investimento líquidos", disse Andy Dietderich, advogado da FTX, ao juiz encarregado pelo caso durante audiência nesta quarta-feira.

Dietderich também afirmou que a empresa planeja vender investimentos não estratégicos que têm um valor contábil de 4,6 bilhões de dólares.

Entretanto, Dietderich disse que a equipe jurídica ainda está trabalhando para criar registros internos e que o tamanho atual do buraco para os clientes da FTX ainda é desconhecido. A Commodities Futures Trading Commission estima que o rombo para os clientes da empresa é de mais de 8 bilhões de dólares.

Dietderich disse que os 5 bilhões de dólares recuperados não incluem ativos confiscados por autoridades das Bahamas, onde a FTX era baseada.