Fuga de um milhão de baratas em criadouro na China

Mais de um milhão de baratas escaparam de um criadouro no leste da China

Mais de um milhão de baratas escaparam de um criadouro no leste da China, onde um especialista sanitário pediu aos habitantes dos arredores para manter a calma, informou neste domingo a imprensa local.

As baratas eram utilizadas para a fabricação de medicamentos tradicionais chineses, informou o jornal Xiandai Kuaibao.

As baratas escaparam depois que "um indivíduo não identificado" destruiu o viveiro de reprodução situado nesta granja da comunidade de Dafeng, acrescentou o jornal publicado em Nankim.

As autoridades sanitárias da província de Jiangsu enviaram cinco especialistas encarregados de uma operação de desinfecção para eliminar os insetos. Um especialista pediu a população não entrar em pânico.

O proprietário da granja, Wang Pengsheng, investiu este ano cerca de 100.000 yuans (16.200 dólares) para adquirir 102 quilos de ovos de periplaneta americana, uma espécie de barata.