Funcionário de churrascaria é baleado após discussão com candidato a deputado no DF

Raimundo Eduardo Pereira Silva, de 29 anos, foi atingido por um tiro disparado por um homem que acompanha um candidato a deputado federal. (Foto: Getty Creative)
Raimundo Eduardo Pereira Silva, de 29 anos, foi atingido por um tiro disparado por um homem que acompanha um candidato a deputado federal. (Foto: Getty Creative)

Um funcionário de uma churrascaria de Brasília (DF) foi atingido por um tiro no rosto na tarde deste sábado (27).

Raimundo Eduardo Pereira Silva, de 29 anos, foi levado para o Hospital de Base e, segundo familiares, o estado de saúde é considerado estável. Um amigo de Raimundo contou ao portal Metrópoles que ele passou por uma tomografia que mostrou que a bala está alojada abaixo de seu olho.

De acordo com relatos de testemunhas, o responsável pelo disparo é um homem que estava acompanhado do candidato a deputado federal Rubens de Araújo Lima, conhecido como “Rubão”, do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro).

A reportagem do portal Metrópoles tentou contato com os donos do restaurante e também com o partido, mas ainda não obteve resposta. O G1 tenta falar com o candidato.

A esposa da vítima, Ana Paula de Carvalho contou que a confusão teve início após o candidato estacionar o carro com som alto em frente ao restaurante. Rubens de Araújo Lima também teria feito provocações de cunho político.

Ana Paula afirmou ainda que um idoso reclamou do barulho e foi empurrado pelo candidato.

"Um senhor de fora não estava gostando [do som alto] até que Rubão empurrou o senhor", diz Ana.

Nesse instante, o proprietário do restaurante e o marido dela foram até o local, quando teve início uma discussão e o suspeito que acompanhava o político atirou. Ao ser acionada, a Polícia Militar foi até o restaurante, mas os dois fugiram.

De acordo com a PM, o suspeito já foi identificado como Marco Antônio Leal da Silva. Ele é ex-sargento do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e foi expulso da corporação por homicídio. Agora ele está sendo procurado. A Policia Civil ainda não se manifestou sobre o caso.