Funcionários da Igreja Mundial entram em greve por pagamento de salário

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
A igreja é comandada pelo pastor Valdemiro Santiago. Foto: Reprodução/Youtube
A igreja é comandada pelo pastor Valdemiro Santiago. Foto: Reprodução/Youtube
  • Paralisação é apoiada por Sindicato dos Radialistas

  • Funcionários relatam também problemas com vale-alimentação e FGTS

  • Instituição diz que não tem dinheiro para realizar pagamentos

Os funcionários da Igreja Mundial, do pastor Valdemiro Santiago, decretaram greve nesta quinta-feira (10). Os grevistas denunciam que a instituição não cumpre normas e direitos dos trabalhadores.

Entre os problemas apontados, está o atraso nos salários e na entrega do vale-alimentação, além de funcionários relatarem irregularidades e falta de depósitos no FGTS.

Esta não é a primeira vez que funcionários da Mundial tornam públicas suas pautas. No início de 2021, funcionários denunciaram a igreja às autoridades por excesso de aglomeração de pessoas em local fechado, em meio à pandemia de covid-19.

À época, dirigentes disseram que não houve aglomeração e que era necessário fechar as pessoas no local com cadeados, incluindo todas as janelas para, segundo ele, evitar roubos.

A greve é apoiada pelo Sindicato dos Radialistas do Estado de São Paulo. Não há data marcada para o fim da paralisação.

A igreja alegou que não tem "recursos" para fazer os pagamentos agora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos