Funcionários de empresa bolsonarista são obrigados a vestir blusa pró-governo

Camiseta verde-amarela usada por base bolsonarista traz inscrição “Meu partido é o Brasil” (REUTERS/Adriano Machado)
Camiseta verde-amarela usada por base bolsonarista traz inscrição “Meu partido é o Brasil”

(REUTERS/Adriano Machado)

  • Funcionários são obrigados a vestir camiseta pró-governo em empresa bolsonarista;

  • Transportes Bertolini pertence ao empresário Irani Bertolini;

  • Trabalhadores também eram instados a publicar fotos nas redes sociais.

Funcionários da Transportes Bertolini, em Bento Gonçalves (RS), foram obrigados a usar camisetas verde-amarelas com a inscrição “Meu partido é o Brasil” em apoio à reeleição de Jair Bolsonaro (PL). O bolsonarista Irani Bertolini é o fundador e sócio administrador da empresa.

Conforme relatado, em anônimo, para a coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles, os trabalhadores também foram instados a postar fotos nas redes sociais com a blusa. Em uma delas, oito empregados aparecem vestindo a camiseta e segurando a bandeira do Brasil.

Quem é Irani Bertolini

Apoiador de Bolsonaro, o empresário já participou de eventos ao lado do presidente. Em 2021, concedeu uma medalha de “mérito do transporte” ao candidato à reeleição, já que integra a diretoria da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística.

Irani também defendeu o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, na época em que o Ministério Público o acusou de ser responsável pelo desmonte dos órgãos ambientais do país. Na época, ele disse “ser fã” do político.

A coluna tentou contato com Bertolini e a empresa de transportes, mas não obteve sucesso.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: