Tráfico de drogas: PF cumpre mandados contra funcionários do Aeroporto de Guarulhos

Operação da PF mira funcionários de Aeroporto de Guarulhos que estariam facilitando embarque de malas com drogas - Foto: Getty Images
Operação da PF mira funcionários de Aeroporto de Guarulhos que estariam facilitando embarque de malas com drogas - Foto: Getty Images

Uma megaoperação de combate ao tráfico internacional de drogas envolvendo funcionários terceirizados que trabalham no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, está sendo realizada nesta terça-feira (19) pela Polícia Federal (PF).

Estão sendo cumpridos no total, 23 mandados de prisão preventiva decretados, e 24 mandados de busca e apreensão. Desse total, pelo menos 18 pessoas alvo de prisão trabalham no aeroporto.

A operação está sendo realizada na capital paulista, em Sorocaba, Praia Grande, Guarulhos e também em Portugal. Cerca de 14 pessoas já tinham sido presas.

De acordo com as investigações, os funcionários investigados atuavam na área de pista do aeroporto e com os carrinhos que dão acesso à aeronave. Eles colocariam as malas com as drogas direto no porão do avião, escapando da fiscalização e do raio-X da polícia.

Ainda de acordo com a PF, são alvo da operação os dois principais traficantes de drogas que atraíam os funcionários e chefiavam o envio de cocaína do Brasil para a Europa por meio do terminal.

Segundo a PF, um deles está em Portugal e foi solicitada a inclusão do nome dele na lista da difusão vermelha da Interpol, a polícia internacional.

Os alvos principais são traficantes ligados à facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) e já estavam sendo monitorados pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da PF, com sede na Lapa.

Além das prisões e mandados, a Justiça também determinou buscas em 24 endereços e o bloqueio de R$ 53 milhões em bens dos envolvidos, como dinheiro em conta, imóveis, veículos e aplicações financeiras, etc.

A investigação durou mais de um ano e durante esse período, foram apreendidos 880 kg de cocaína em nove operações. Três no aeroporto de Guarulhos, duas em Lisboa (Portugal), uma em Frankfurt (Alemanha) e três em Amsterdam (Holanda), com prisões efetuadas em Frankfurt e Lisboa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos