Fundador da Sea Shepherd Paul Watson abandona suas funções

Watson foi detido em maio no aeroporto de Frankfurt a pedido da Costa Rica

O canadense Paul Watson, procurado pela Interpol, abandonou nesta terça-feira suas funções à frente da organização de luta contra a caça de baleias Sea Sheperd e de capitão de um barco da frota.

Watson foi detido em maio no aeroporto de Frankfurt a pedido da Costa Rica, que o acusa de ter colocado em perigo uma tripulação durante uma operação contra a caça de tubarões em 2002. No entanto, conseguiu escapar da justiça alemã quando estava sob prisão domiciliar.

O militante ecologista, de 62 anos, renunciou as suas funções de presidente da Sea Sheperd nos Estados Unidos e na Austrália. Por questões legais, também renunciou ao seu posto de capitão do "Steve Irwin", um barco da frota que persegue os baleeiros japoneses no oceano Austral.

Suas funções na Sea Sheperd foram confiadas a Bob Brown, um político australiano fundador do partido dos Verdes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos