Fundeb: equipe de Guedes prefere negociar com Congresso do que abraçar proposta de Weintraub

Manoel Ventura
O ministro da Economia, Paulo Guedes

BRASÍLIA — A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, avalia que é melhor ao governo não encaminhar uma proposta própria para a reformulação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), segundo fontes da pasta.Apesar das declarações do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de que o Executivo enviará ao Congresso uma proposta própria, integrantes da equipe econômica consideram que é mais adequado ao governo, nesse momento, dar a sua posição sobre o tema no projeto que já está em discussão na Câmara.

Leia também: Maia diz que aprovar Fundeb é 'resposta importante em momento delicado na Educação'O entendimento dos técnicos da Economia é que uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Executivo poderia tumultuar o debate.