Funeral de família é o primeiro entre as vítimas de desabamento em Miami

·1 minuto de leitura
Funeral de família vítima de desabamento em Miami

Por Francisco Alvarado

SURFSIDE (Reuters) - A Igreja de Miami Beach ficou lotada nesta terça-feira para homenagear as vidas de duas crianças e de seus pais, no primeiro funeral para vítimas do desabamento de um prédio residencial há duas semanas.

Três Cadillacs funerários pretos levaram os corpos de Marcus Guara, de 52 anos, sua esposa Ana Guara, 42, e as filhas, Lucia, 10, e Emma, 4, até a Igreja Católica de St. Joseph.

Dois caixões brancos e um caixão azul foram carregados para dentro da igreja. As duas crianças foram colocadas juntas em um dos caixões brancos a pedido da família.

A família inteira foi vítima do desabamento de quase metade do edifício sul do condomínio Champlain Towers, de 12 andares, nas primeiras horas do dia 24 de junho.

Eles estão entre os 32 mortos confirmados na tragédia, de acordo com os dados atualizados pelas autoridades na terça-feira. Cerca de 113 pessoas ainda estão desaparecidas enquanto as equipes de resgate lutam contra os ventos fortes da tempestade tropical Elsa, que se aproxima da costa da Flórida.

As autoridades ainda não determinaram o que causou o colapso do edifício de 40 anos.

Marcus Guara havia começado um novo emprego em novembro do ano passado como gerente de vendas para uma fabricante de roupas de cama e banho e sempre arrecadava dinheiro para organizações filantrópicas, inclusive o Hospital Infantil St. Jude, de acordo sua conta no Facebook.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos