Furacão pode ter matado 10 mil em uma cidade filipina

Pelo menos 10 mil pessoas podem ter morrido em uma só cidade das Filipinas, após uma das piores tempestades já registradas no país provocar ondas que inundaram casas, escolas e prédios do aeroportos, afirmaram autoridades neste domingo.

Ventos muito fortes foram registrados em várias ilhas centrais, soterrando as pessoas em baixo de toneladas de detritos e deixando cadáveres pendurados em árvores.

O furacão atingiu a costa leste do arquipélago filipino na sexta-feira e se dirigiu em alta velocidade por seis ilhas centrais e no leste, antes de ir para o Mar do Sul da China, com ventos de 235 quilômetros por hora e rajadas de 275 quilômetros por hora.

Na Ilha Leyte, o chefe da polícia regional, Elmer Soria, disse que foi informado pelo governador Dominic Petilla que há cerca de 10 mil mortos na Província, principalmente devido a afogamentos e colapso de prédios. O número foi baseado em relatos de autoridades locais.

Em Samar, a ilha que fica em frente a Tacloban, Leo Dacaynos, funcionário do escritório de desastres da província, afirmou hoje que foram confirmadas as mortes de 300 pessoas na cidade de Basey e outras 2 mil estavam desaparecidas. Segundo ele, o fortalecimento da tempestade fez com que as ondas de subissem seis metros. Há ainda outras cidades em Samar que não foram alcançadas, disse Dacaynos, que pediu o envio de comida e água para a região. A energia foi desligada e não há sinal de celular, tornando a comunicação possível somente por rádio.

Relatos de outras quatro ilhas do arquipélago ainda estavam chegando, até agora com dezenas de mortes.

O furacão perdeu força neste domingo para 166 quilômetros por hora, com rajadas mais fortes e deve enfraquecer mais quando atingir o norte da Província Thanh Hoa, no Vietnã, na segunda-feira de manhã.

O responsável pela administração da cidade de Tacloban, Tecson Lim, disse que o número de mortos apenas neste local "pode chegar a 10 mil". Tacloban é a capital provincial de Leyte que possui 200 mil habitantes e a maior cidade da Ilha Leyte. Cerca de 300 a 400 corpos ainda estavam sendo resgatados, mas há "ainda muitos sob os detritos", afirmou Lim. Um enterro em massa está planejado para este domingo em Palo, cidade situada perto Tacloban.

O Secretário do Interior das Filipinas, Mar Roxas, afirmou que um grande esquema de resgate estava em andamento. "Nós esperamos um número muito alto de mortes e de feridos", afirmou após visitar Tacloban ontem. Fonte: Associated Press.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias