Fusão-relâmpago bilionária entre Hering e Soma aconteceu em 4 dias

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Sao Paulo, Brazil - 28th November: Facade of Hering clothes franchise store.This clothing store is one of the most popular and famous in Brazil. Company listed on B3, the Stock Exchange in Brazil
Proposta formal do grupo Soma para compra da hering foi de R$ 5,1 bilhões
  • Negociação para compra da Hering pelo grupo Soma foi relâmpago

  • Em quatro dias, a compra bilionária foi fechada

  • Hering já havia recebido proposta da Arezzo, mas não aceitou

A compra da Hering pelo grupo Soma aconteceu em apenas quatro dias de negociação. A proposta formal de R$ 5,1 bilhões do grupo - que detém as marcas Farm, Animale, Foxton e Maria Filó - foi feita na noite da última sexta-feira (23). As informações são do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Leia também:

As negociações-relâmpago começaram na quinta-feira (22), quando o presidente do Soma, Roberto Jatahy, teria ligado para Fábio Hering, presidente da Hering. “Tinha que fechar neste fim de semana, antes de vazar”, afirmou um integrante da administração da Hering.

Com o acordo, somente 22% dos acionistas assinaram o termo de compromisso que dá aval à transação. Isso acontece porque a companhia de roupas é de capital pulverizado. 

Proposta da Arezzo

A Hering tem sido disputada. Cerca de duas semanas antes, recebeu uma oferta de R$ 3,1 bilhões da Arezzo. No entanto, a empresa só queria falar em fusão em venda quando retomasse o valor de mercado de cerca de R$ 5,5 bilhões que tinha antes da pandemia.