Futebol alemão poderá ter presença de torcedores a partir de setembro

·2 minuto de leitura
Recortes de papelão com fotos de torcedores do Borussia Moenchegladbach no estádio da equipe alemã, em 19 de maio de 2020
Recortes de papelão com fotos de torcedores do Borussia Moenchegladbach no estádio da equipe alemã, em 19 de maio de 2020 (AFP/Arquivos)

Os clubes alemães concordaram nesta terça-feira com um modelo proposto pela liga de futebol para o possível retorno de torcedores aos estádios a partir de meados de setembro, um plano que, no entanto, deve receber o aval dos governos de cada região.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

"Quando e quantos espectadores poderão voltar aos estádios não é uma decisão da liga alemã (DFL). Não esperamos nada ou exigimos nada, mas nos preparamos para isso", disse o presidente da DFL, Christian Seifert, durante uma conferência de imprensa.

Leia também:

Com a Bundesliga (Campeonato Alemão) com data marcada para começar em 18 de setembro, Seifert afirmou, no entanto, que "a prioridade na Alemanha no momento não são estádios cheios, mas a saúde das pessoas".

Entre as medidas validadas pelos 36 clubes profissionais da primeira e da segunda divisão, destacam-se a proibição de locais para assistir os jogos em pé e de bebidas alcóolicas nos estádios até outubro, bem como a presença de torcida única nos jogos dos mandantes até o final do ano.

O público também deve fornecer seus dados pessoais para que possa ser rastreado e interrompido eventuais cadeias de transmissão da COVID-19.

A liga não especificou o número máximo de torcedores que seria permitido em cada jogo.

"Ninguém no campeonato pediu para começar com 20.000 ou 30.000 espectadores em 18 de setembro", destacou Seifert.

Caberá aos governos de cada região do país decidir se será possível abrir as portas dos estádios novamente ao público.

Responsáveis pela área da saúde das administrações regionais podem discutir esse tema na próxima segunda-feira.

"O futebol profissional só pode voltar ao normal em etapas. Teremos que encontrar a normalidade novamente em pequenos passos. Não podemos ir de 0 a 100", afirmou o presidente da liga.

Há poucos meses, um protocolo de higiene e segurança elaborado pela DFL e pela Federação Alemã de Futebol (DFB) para a retomada da Bundesliga foi posteriormente adotado pelas autoridades regionais.

Esse plano funcionou perfeitamente e inspirou o resto da Europa.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube