Futebol alheio às manifestações

Enquanto a repressão aos manifestantes não parava do lado de fora do Estádio Romelio Martínez, o futebol também era mantido do lado de dentro. Jogadores foram claramente afetados pelo gás lacrimogêneo que chegava no campo.