Futebol feminino: Fluminense decide não renovar com grande parte do elenco e fará reformulação para 2023

O término da temporada de 2022 no futebol feminino do Fluminense será marcada por muitas despedidas e uma grande reformulação. Grande parte das atletas do elenco adulto tricolor foi comunicada de que o clube não tem o desejo de renovar seus vínculos para a próxima temporada e estão livres para procurar novos destinos. O entendimento é de que parte das atletas do atual elenco bateu no teto em nível de desempenho e uma mudança é vista como necessária para bater de frente com os rivais — principalmente Flamengo e Botafogo.

Ao contrário de 2022, onde o Fluminense perdeu algumas atletas destaques, como as atletas de seleção brasileira de base Luiza Travassos e Luany, o desejo por reformulação parte diretamente do clube. Há uma cobrança interna por evolução nos resultados e busca pelo acesso para a Série A1 — por isso a opção por encerrar o ciclo de algumas atletas ganhou força. Em 2022, o Fluminense foi eliminado na primeira fase do Brasileiro A2 e caiu na semifinal do Campeonato Carioca feminino.

Algumas atletas que deixarão o clube são conhecidas da torcida do Fluminense. Por exemplo, a volante Andresa, a lateral Fernanda e a zagueira Roberta, que estão no clube desde o início do projeto. A volante e xodó Mariah Luiza, que chegou a participar de campanhas publicitárias para lançamentos de uniformes junto ao elenco masculino, também foi comunicada sobre a não renovação. A maioria dos contratos se encerram em dezembro deste ano.

Artilheira do Fluminense na temporada, a atacante Letícia segue nos planos após retornar do PSV-HOL. Assim como a goleira Nágila e a meio-campista Drika. Elas já foram comunicadas do desejo do clube pela permanência para 2023, mas tem até dezembro para decidir sobre o futuro.

Com as saídas, o Fluminense irá ao mercado e tem conversas bem encaminhadas com reforços. O técnico Hoffmann Túlio está sendo consultado sobre todas as contratações a serem feitas para 2023 e algumas atletas já estão apalavradas com o tricolor. Todas passaram pelo crivo da diretoria e do comandante.

Cabe destacar que o Fluminense tem sido alvo de atletas oferecidas desde a chegada de Hoffmann Túlio no clube. Isso porque o treinador é conhecido por promover reformulações nos clubes que dirige. Não seria diferente do Fluminense. A tendência é que o número aumente após a reestruturação ser confirmada.