G20 concorda em estabelecer um fundo global o enfrentamento de pandemias

·1 min de leitura

LONDRES (Reuters) - Países do G20 concordaram preliminarmente em estabelecer um fundo global de prontidão para pandemias, que deve ser abrigado no Banco Mundial.

EUA e Indonésia têm pressionado por um fundo como esse para ajudar o mundo a se preparar melhor para lidar com futuras pandemias, mas outros países temem que o fundo possa enfraquecer a Organização Mundial de Saúde e outros mecanismos sanitários globais.

No entanto, um comunicado emitido pela Indonésia, que está presidindo o G20, após reuniões de ministros financeiros em Washington esta semana, confirmou que o G20 “chegou a um consenso” para estabelecer um novo fundo para lidar com o que chamou de descompasso de financiamento para prontidão, prevenção e ação em pandemias.

O texto diz que a opção mais eficiente seria um fundo financeiro intermediário abrigado no Banco Mundial, e o objetivo é finalizar detalhes até a reunião dos ministros da Saúde do G20 em junho.

A OMS e o Banco Mundial estimaram no começo desta semana que o descompasso anual em financiamento de prontidão a pandemias é de 10,5 bilhões de dólares, e qualquer fundo de prontidão precisaria ser financiado por cinco anos, o que sugere um pedido por 50 bilhões de dólares.

No entanto, o G20 não deu detalhes sobre o tamanho do novo fundo ou sobre o papel da OMS nele.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos